Civitt projeta entrar no mercado externo até 2020

13 de março de 2019

Civitt no Mercosul

A linha de acessórios hidráulicos da Civitt, empresa capixaba sediada no polo industrial Civit II na Serra, projeta estar no mercado externo até 2020. É que a empresa está preparando internacionalização da marca e o primeiro país a receber torneiras, duchas higiênicas, assentos sanitários e acessórios para banheiro deverá ser o Chile.

É o que explica o CEO da Civitt, George Dalpiero. “Uma turma do curso de MBA na Fundação Dom Cabral em Minas Gerais resolveu estudar a viabilidade da internacionalização da marca começando pelo mercado da América do Sul. O estudo analisou o cenário econômico de todas as nações do continente e foi identificado que o melhor país para teste é o Chile”, observa.

Segundo George, a escolha se deu pela estabilidade e abertura econômica do Chile. “E porque não começar a exportar para países fronteiriços ao Brasil? A Argentina está em crise. Paraguai e Uruguai são mercados menores. Então ficou claro que o Chile é o melhor player para o start desse processo”, argumenta.

Há 10 anos no ramo, a Civitt também opera na linha de commodities: bobinas de aço e alumínio. “Mas esses itens ainda não devem entrar nesta rodada de internacionalização da marca”, pondera George.

Destaques do Blog

Civitt projeta entrar no mercado externo até 2020

A linha de acessórios hidráulicos da Civitt, empresa capixaba sediada no polo industrial Civit II na Serra, projeta estar no mercado externo até 2020. É […]

Civitt marca goleada em Manaus

Nosso cliente, a loja Cores&Cores que fica localizada em Manaus, em parceria com a Civitt produziu camisas comemorativas com o tema Copa do Mundo 2018. […]

Mais que uma torneira

As torneiras Nápoles caíram no gosto dos consumidores. Com um visual futurista, esta linha de torneiras fica bem em qualquer cozinha ou banheiro, seja qual […]